#Minha experiência de quase morte – EQM.

Em junho de 2017, fui submetida a angioplastia intracraniana com implante do stent, depois do procedimento, fui encaminhada ao centro de terapia novamente, e lá sofri um episódio de parada cardíaca; nessa parada passei pela experiência de quase morte – EQM, acreditem ou não, me vi fora do corpo acompanhando toda a equipe médica tentando me ressuscitar; comecei a sentir uma dor insuportável no peito, gritava de dor, de repente minhas pernas começaram a gelar e essa sensação começou a subir pelo corpo todo; quando percebi tive a impressão que estava flutuando e logo após estava ao lado da médica plantonista. Vi meu corpo na cama totalmente imóvel, simplesmente não acreditava no que estava acontecendo. A médica dava todas as orientações aos enfermeiros sobre os procedimentos. Observei que todos estavam angustiados, houve uma grande mobilização para salvar minha vida. Nesse momento de desespero da equipe, a médica comentou:

__ Meu Deus! A nossa melhor paciente a gente vai perder.

Ela disse isso, pois eu estava dando sinais de boa recuperação, antes da parada cardíaca. Nesse momento eu chorei desesperadamente e pedi a Deus para não morrer naquela hora, pois precisava cuidar do meu filho de três aninhos. Comecei a orar e suplicar com muitas lágrimas e com o pensamento firme no meu filho. Foi assustador pensar que deixaria meu pequenino sem o amor e os cuidados da mãe.

Foi quando, inesperadamente, tive a impressão de ser sugada para o meu corpo novamente e senti um calor percorrendo todo o meu organismo novamente. Essa experiência foi impressionante e nunca mais esquecerei.

Bartlett, em sua obra “A Bíblia da Vida após a Morte”, nos fala sobre as crenças, a história, a mitologia e a ciência da vida após a morte. Acredito que essa pesquisa corrobora com o que vivenciei, pois faz um recorte sobre o que poderá acontecer depois da morte. Assim como ela, os cientistas racionais acreditam que não existe nada além da vida, ou seja, que nada mais existirá após a morte. No entanto admite, que na área, já foram feitas pesquisas científicas bem-sucedidas. Principalmente em estudos que envolveram pessoas que passaram pela experiência de quase morte. Para a autora, embora discutível foram apresentadas algumas provas verossímeis de que nem todas as respostas podem ser encontradas no campo neurológico do cérebro.

Nas investigações sobre essas experiências fora do corpo constatou-se que pessoas de todo o mudo descreveram experiências muito parecidas. E afirma que estudos recentes feitos por pesquisadores indicam que a mente continua a existir após a morte. Particularmente, penso que, acreditar ou não nessa hipótese depende muito da crença e vivencia de cada ser humano. Eu não tenho mais dúvidas, pois o que passei deu-me provas concretas disso. E cada dia que passa recebo mais sinais do universo dessa existência espiritual.

2 comentários em “#Minha experiência de quase morte – EQM.

  1. Olá, meu nome é edilma e sua história é bem parecida com a minha. O que difere um pouco são detalhes de datas e no entanto me identifiquei muito. Fiz reconstrução de hérnia de hiato por conta de refluxo em seguida descobri um câncer de mama e desde então venho fazendo várias cirurgias pra reparar uma mastectomia radical. E a propósito sou professora que trabalhava 50 horas na semana😁😁😁. Hoje não faço mas o que fazia antes, fui aposentada por invalidez e a minha vida e a qualidade dela alterou completamente. Minha frase preferida hoje é ” a vida é curta, CURTA” e é isso que tenho feito ultimamente, curtindo minha vida com muita intensidade e cautela é claro.

    Curtir

    1. Olá Edilma, é muito bom saber que estás lutando com muita determinação diante desses episódios tão difíceis. Que coincidência, eu também fiz essa cirurgia. Tive refluxo gastroesofágico e hérnia de hiato.Também fui afastada da sala de aula por invalidez, depois do avc, mas entendi que estou sendo direcionada para uma nova missão de alma e que tudo o que sofri tinha um propósito em minha vida. Nunca desista! É importante despendermos tempo para nós e para a nossa família, pois o trabalho é uma necessidade que devemos equalizar, ou seja, torna-lo um meio e não um fim de vida. Viva a Vida!

      Curtir

Deixe uma resposta para Edilma Aparecida Honorato Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close